APRESENTAÇÃO



Luiz Airton Saavedra de Paiva é médico formado em 1974 pela Faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes-UMC, em São Paulo. Fez Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia. Ingressou, por concurso público, na carreira de Médico Legista em 1975, fazendo o Curso de Formação Técnico-Profissional de Médico Legista na Academia de Polícia de São Paulo - ACADEPOL.
Continue Lendo

NOVIDADES


Participação em programas televisivos

Na semana de 28 de novembro a 02 de dezembro de 2016, durante o julgamento de ElizeMatsunaga, responsabilizada pela morte do marido, o empresário Marcus Matsunaga, grande espaço na mídia foi dispensado, não só na cobertura deste evento, como em matérias relacionadas ao caso. Neste clima, o Dr. Luiz Airton participou, ao vivo, como convidado de dois programas televisivos de notória audiência: no dia 28, primeiro dia do julgamento, do programa “Superpop” da RedeTV, apresentado pela ex-modelo Luciana Gimenez e, no dia 02, já na madrugada do dia 03, do programa “Fala que eu te escuto” da TV Record, comandado pelo Bispo da Igreja Universal Marcio Carotti. Em ambos foi abordada a questão da prova médico legal que teria concluído se a vítima, deste caso, estaria viva ou não, durante o esquartejamento. O Dr. Luiz Airton fez comentários sobre a representatividade da presença de sangue aspirado nos pulmões da vítima e da necessidade de comprovação de reação vital nos ferimentos do esquartejamento, para configurar com certeza a presença de vida durante sua execução. Importante registrar que no programa “Superpop”, entre os participantes encontrava-se a conhecida Promotora de Justiça Eliana Passarelli.


Dr. Luiz Airton durante exibição do programa “Superpop” na RedeTV.

 


Dr. Luiz Airton entrevistado pelo programa “Fala que eu te escuto”, da TV Record.

 

Bancas de doutorado

Nos dias 12 de maio e 31 de julho deste ano de 2017, o Prof. Luiz Airton teve o grande prazer de participar das Bancas Examinadoras para obtenção do Título de Doutor em Ciências Odontológicas, na Faculdade de Odontologia-USP, respectivamente dos Mestres Thais Torralbo Lopes Capp e Eduardo de Novaes Benedicto.  A banca da Dra. Thais contou ainda com a participação, através de teleconferência, da Profª. Scheila Manica diretamente da Universityof Dundee, na Escócia. Ambas as defesas se fizeram com muito brilhantismo, merecendo dos integrantes das bancas elogiosas palavras de reconhecimento e estímulo a que os novos doutores deem prosseguimento às suas promissoras carreiras acadêmicas. Especial congratulação merece também a Profª. Maria Gabriela pelo excelente trabalho de orientação dos novos doutores.

A Doutora Thais, tendo à sua direita sua orientadora, Profª. Maria Gabriela HayeBiazevic, e o Prof. Luiz Airton, e à esquerda os Profs. Rodolfo Francisco H. Melani e Ricardo Henrique A. da Silva.

O Doutor Eduardo ladeado por sua orientadora, Profª. Maria Gabriela e pelo Prof. Jefferson Xavier de Oliveira, tendo mais à direita o Prof. Luiz Airton e a Profª. LylianKazumi Kanashiro, e à esquerda o Prof. Thiago Leite Beaini.

 

Palestra na UNIFESP

No dia 20/08/2017, a convite da Profª. Claudia Plens, coordenadora responsável pelo Curso de Antropologia Forense e Direitos Humanos, no módulo Experiências Nacionais e Internacionais em Antropologia Forense e Direitos Humanos organizado pelo Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (CAAF) da Universidade Federal de São Paulo, o Prof. Luiz Airton proferiu palestra intitulada “Antropologia Forense: a experiência em Guarulhos-SP”. Na oportunidade o professor historiou, desde a primeiraperícia nesse campo realizada no IML-Guarulhos, em 1988, passando pela construção, com materiais totalmente doados pela comunidade, do “Laboratório de Antropologia Forense Prof. Dr. Raimundo Nina Rodrigues” até a formação do Grupo de Estudos em Ciências Forenses, embrião do que viria a ser o atual Instituto de Ensino e Pesquisa em Ciências Forenses - IEPCF.
Aproveitou para apresentar algumasdas perícias realizadas que se revestiram de importância, não apenas pela cobertura jornalística que mereceram, mas principalmente pela grande contribuição que seu resultado pode oferecer à justiça na apuração da responsabilidade penal dos casos.
Os presentes, em sua maioria alunos do curso, além de alguns convidados, demonstraram ao final da palestra, satisfação, não só pelos aspectos científicos discutidos, mas também pelo conhecimento de uma experiência que bem demonstrou as possibilidades que um grupo de pessoas, motivadas para a concretização de um ideal e desprovidas de ajuda de órgãos oficiais, pode realizar.

O Prof. Luiz Airton durante palestra no Curso de Antropologia Forense e Direitos Humanos da UNIFESP.

 

Saudação ao Prof. Luiz Airton, Patrono da Turma V da Faculdade de Medicina São Camilo

PUBLICAÇÕES


  • Identificação humana através da sobreposição de imagens.
  • Patologia forense nas mortes com evidente ação do fogo.
  • Autopsy-Proven Determinants of Immediate Fire Death in Lungs.
Veja Mais

 

LINKS INTERESSANTES


American Academy of Forensic Sciences
www.aafs.org

American Board of Forensic Anthropology
www.theabfa.org

Associação Médica Brasileira (AMB)
www.amb.org.br

Associação Brasileira de Medicina Legal (ABML)
www.abml-medicinalegal.org.br